Quarta Parede

Blog de reflexão sobre teatro e dramaturgia.

Archive for Julho 2009

Manifesto anti-Ricardo Pais no Festival ao Largo causa polémica

leave a comment »

Diogo Dória, Miguel Guilherme, Rita Blanco e Nuno Artur Silva assumem a "provocação". Diogo Infante, que programou o espectáculo, demarca-se
O director do Teatro Nacional D. Maria II, Diogo Infante, tomou conhecimento prévio dos ataques que iriam ser feitos ao encenador Ricardo Pais num dos espectáculos que programou para o fim-desemana passado no Festival ao Largo, em Lisboa, não os subscreve, mas optou por "não exercer qualquer acto de censura para com uma decisão que era artística".
Contactados pelo P2, os actores Diogo Dória e Miguel Guilherme e o argumentista Nuno Artur Silva assumem integralmente a responsabilidade pelo texto (que escreveram com Rita Blanco, também intérprete do espectáculo Recital e Tal, mas que o P2 não conseguiu ontem contactar, e com a argumentista Inês Fonseca Santos) e pelas críticas ao encenador e ex-director do Teatro Nacional de São João, no Porto. Ricardo Pais prefere "não dar importância nenhuma ao assunto", que considera "uma insignificância", mas deixa uma sugestão: "Será melhor perguntar ao ministro da Cultura [José António Pinto Ribeiro], que foi sócio das Produções Fictícias [a empresa de Nuno Artur Silva] e percebe melhor aquelas cabeças do que eu".
"Manifestei formalmente a minha consternação para com uma decisão que implica o Teatro Nacional [D. Maria II]", declarou Diogo Infante ao P2. "Quando programei o espectáculo não estava na expectativa de que fossem ofendidos terceiros. Mas não posso condicionar a criatividade dos intérpretes. Lamento, e já tive oportunidade de falar com o Ricardo Pais e de lhe manifestar solidariedade."
Opart "siderado"

Leia o resto deste artigo »

Written by Jorge

Julho 22, 2009 at 11:34 am

Publicado em Recortes

O lado mais íntimo da cruel Medeia

leave a comment »

A companhia As Boas Raparigas leva à cena, a partir de hoje, sexta-feira, mais um texto clássico. Partindo do original de Eurípides, "Medeia" é uma encenação de Luís Mestre para ver no Estúdio Zero, no Porto, quando forem 21.45 horas.

A peça centra-se numa figura sem dimensão mitológica mas com toda a carga de crueldade que Eurípides quis dar-lhe, ao criar um novo tipo de personagem na tragédia grega: uma mulher repudiada pelo marido, uma estrangeira perseguida e expulsa, uma mãe que mata os próprios filhos. Numa só expressão, "Medeia é uma mulher cruel", atira Luís Mestre, que dirige um conjunto de actores "muito ecléctico e com respirações muito diferentes". São eles Maria do Céu Ribeiro, Daniel Pinto, Nuno Cardoso e Carla Miranda.

Leia o resto deste artigo »

Written by Jorge

Julho 10, 2009 at 11:32 am

Publicado em Companhia, Evento

Peça de sete actos e sete pratos para ver à mesa no Porto

leave a comment »

Um restaurante, uma companhia de teatro e um chefe juntam-se todas as sextas-feiras, até Setembro, na Praia da Luz, no Porto, para levar à cena Os Sete Actos do Pecado da Gula. Esta fusão entre cozinha científica e teatro resulta num jantar em que o cliente pode saborear um menu de degustação enquanto assiste a uma peça que conta a história de um concurso entre três chefes, um francês, um italiano e um português.

A ideia do chefe Luís Américo partiu do conceito de um jantar como evento gerador de emoções e sensações, em que os protagonistas da história são os pratos, mas que pretende ser mais do que uma refeição. Para isso contou com a criatividade do Teatro da Palmilha Dentada, que escreveu e encenou a peça a partir do menu seleccionado pelo chefe.

Dos sete pratos do menu, embora todos mereçam notas positivas dos espectadores, é o primeiro, A gema do ovo de ouro, aquele que mais reacção provoca na sala. "Parece uma coisa, mas depois é outra. Foi o meu preferido por isso", diz Maria José, que considera a experiência divertida. Presunto com caviar de melão, bacalhau com puré de feijão-preto e vieiras cozinhadas em balão de café são os pratos que se seguem.

Jorge Neto, o actor que desempenha os quatro papéis da peça – mais conhecido por ser o "Rato" na saga de filmes Balas e Bolinhos -, teve que aprender a confeccionar alguns dos pratos. O actor interessou-se pela ideia quando foi contactado pela companhia de teatro, da qual se assume como admirador, e porque gosta destes desafios mais "experimentais". "É uma peça só com um actor, mas acaba por ser uma grande produção porque cerca de 15 pessoas estão envolvidas no processo." O espectáculo-refeição custa 40 euros.

 

Público

Written by Jorge

Julho 8, 2009 at 9:05 am

Publicado em Companhia, Evento

La Marmita no Fringe Festival

leave a comment »

A companhia de Vila Nova de Gaia La Marmita, dirigida por Andrea Gabilondo, vai estar presente no Fringe Festival de Edimburgo com o espectáculo “Telenovela: Afternoon Soap“.

O Fringe Festival é o maior festival de artes performativas do mundo, decorre entre 7 e 31 de Agosto e abrange quase 1000 espectáculos na sua edição de 2009.

Written by Jorge

Julho 1, 2009 at 12:00 pm

Publicado em Companhia, Festival

A Asa e A Casa, de Teresa Rita Lopes

leave a comment »

A Asa e a Casa conta a história do encontro entre um bonecreiro saltimbanco que anda de praia em praia e uma vendedeira de bolos que desce da serra até à praia para vender os seus deliciosos doces. Ele leva às costas a barraquinha de fantoches carregada de sonhos, ela leva à cabeça o cesto carregado de guloseimas. Ele percorre o mundo, ela vive no campo; não só não se conhecem, como cada um desconhece a forma de vida do outro.

A Asa e A Casa
.
Espectáculo de Teresa Rita Lopes, no Museu Nacional Soares dos Reis
Sábado, 27 de Junho | 16h00 uma nova estreia para o público em geral
O Pé de Vento repõe A Asa e A Casa, de Teresa Rita Lopes, no Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto (Rua D.Manuel II). O espectáculo, para maiores de 6 anos, é encenado por João Luiz e estará em cena de 26 de Junho a 26 de Julho.
A Asa e a Casa conta a história do encontro entre um bonecreiro saltimbanco que anda de praia em praia e uma vendedeira de bolos que desce da serra até à praia para vender os seus deliciosos doces. Ele leva às costas a barraquinha de fantoches carregada de sonhos, ela leva à cabeça o cesto carregado de guloseimas. Ele percorre o mundo, ela vive no campo; não só não se conhecem, como cada um desconhece a forma de vida do outro.
O espectáculo tem encenação de João Luiz, cenografia de João Calvário, figurinos de Susanne Rösler, desenho de luz de Rui Damas e movimento de Ruben Marks.
Rui Spranger e Sónia Correia interpretam o bonecreiro e a vendedeira. Blandino é o músico.
A Asa e A Casa estreou em Julho de 2003, no Núcleo Rural do Parque da Cidade. Nesse ano, viajou até à Figueira da Foz e até à Galiza, Espanha. Em Março de 2004 o espectáculo foi apresentado no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, a propósito do lançamento da obra homónima de Teresa Rita Lopes. E nesse Verão voltou ao parque da cidade do Porto. Em Junho e Julho de 2005 foi apresentada na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto.
Estará agora em cena com sessões para o público em geral aos sábados e domingos, às 16h00. As sessões para o público escolar terão lugar terças-feiras de tarde, às 15h00, e de quarta a sexta-feira, às 11h00 e 15h00.

Preço dos bilhetes: €4,50 crianças e €6,00 adulto. Grupos de 10 pessoas,

€3,40 cada.

Reservas através de contacto para o Teatro da Vilarinha.

O Pé de Vento repõe A Asa e A Casa, de Teresa Rita Lopes, no Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto (Rua D.Manuel II). O espectáculo, para maiores de 6 anos, é encenado por João Luiz e estará em cena de 26 de Junho a 26 de Julho.

O espectáculo tem encenação de João Luiz, cenografia de João Calvário, figurinos de Susanne Rösler, desenho de luz de Rui Damas e movimento de Ruben Marks.

Rui Spranger e Sónia Correia interpretam o bonecreiro e a vendedeira. Blandino é o músico.

Estará agora em cena com sessões para o público em geral aos sábados e domingos, às 16h00. As sessões para o público escolar terão lugar terças-feiras de tarde, às 15h00, e de quarta a sexta-feira, às 11h00 e 15h00.

Preço dos bilhetes: €4,50 crianças e €6,00 adulto. Grupos de 10 pessoas, €3,40 cada.

Reservas através de contacto para o Teatro da Vilarinha.

Written by Jorge

Julho 1, 2009 at 11:42 am

Publicado em Companhia, Evento, Infância

Onde Vamos Morar, a partir de José Maria Vieira Mendes

with one comment

1-4 de Julho
21h30
Balleteatro

Written by Jorge

Julho 1, 2009 at 11:36 am

Publicado em Evento