Quarta Parede

Blog de reflexão sobre teatro e dramaturgia.

Parece que afinal o público gosta de teatro

leave a comment »

RTP1 aposta no teatro para o horário nobre

A RTP decidiu apostar na transmissão de peças de teatro no seu principal canal e em horário nobre num projecto lançado pelo director de programas e que na primeira edição conquistou quase 500 mil espectadores.
A primeira peça, transmitida na noite do dia 27 de Março na RTP1, foi «O Casamento da Condessa de Amieira», de Júlio Dinis.

Produzida pela Valentim de Carvalho Televisão, a exibição foi vista, segundo dados da Marktest cedidos pela RTP, por cerca de 445 mil telespectadores, com uma audiência média de quatro por cento e um share de 14,1 por cento.

«Cerca de meio milhão de telespectadores é uma bela base, uma audiência significativa para um conteúdo que não está no hábito dos portugueses», disse à agência Lusa o director de programas da RTP, José Fragoso.

O projecto «Teatro em Casa» começou a ser trabalhado há cerca de um ano, a mesma altura em que José Fragoso assumiu a direcção de programas do canal.
«Quando cheguei à RTP, fizemos uma noite de teatro em directo, no dia do Mundial do Teatro [27 de Março de 2008]. Algo que não se fazia há dezenas de anos. Há muitas vezes a ideia que o Teatro tem uma linguagem difícil de passar em televisão. É verdade. Mas há também uma relação que não tem sido bem trabalhada mas que é possível trabalhar melhor», referiu.

Para José Fragoso, é «importante» a RTP ter um conteúdo «que tem todas as condições para estar na televisão e não tem estado».

«É importante que o teatro não se divorcie da televisão. Há muita gente que através da televisão tem acesso a peças de teatro que dificilmente conseguiria ver por vários motivos. A RTP deve fazer esse trabalho», afirmou.

A RTP1 exibe sexta-feira «A Farsa do Doutor Finório», a adaptação de uma peça de teatro medieval de autor desconhecido, a segunda de uma série que a Valentim de Carvalho Televisão está a produzir para a estação pública.

Para este ano está programada a exibição de 12 peças de teatro produzidas para televisão, com uma cadência de uma por mês.

A escolha de cada uma é determinada em conjunto pela RTP e pela produtora e tem por base «os textos clássicos, portugueses e estrangeiros, e alguns contemporâneos», sendo todas interpretadas por actores portugueses.

A segunda peça, «A Farsa do Doutor Finório», encenada por José Martins e com um cenário concebido por José Costa Reis, vai para o ar quinta-feira às 22:15 na RTP1.
DD

Anúncios

Written by Jorge

Maio 7, 2009 às 3:56 pm

Publicado em Recortes, Reflexão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: