Quarta Parede

Blog de reflexão sobre teatro e dramaturgia.

Perguntas de um Mendigo que lê, a partir de Bertolt Brecht

leave a comment »

O que ganha o homem quando escreve a sangue os seus feitos?

Que frágil é a “arma”, contra quem não cala, contra quem nada tem a perder

A euforia da conquista silencia-se, ao encontrar num simples mendigo a fatalidade da existência, o deambular pragmático do quotidiano.

Após a guerra espalham-se os corpos e partilha-se a miséria; alguma miséria um pouco mais feliz que outra, alguns desses corpos um pouco mais vivos que outros.

E afinal no meio de tão pouco onde está o júbilo e o poder?

www.crinabelteatro.blogspot.com

Teatro Helena Sá e Costa

5 a 8 de Março

Quinta a Sábado às 21h30; Domingo às 16h00

A partir de O Mendigo ou o cão morto de Bertolt Brecht

Versão Cénica e encenação: Marco Paiva

Assistência de encenação: Milú Neto

Figurinos: Francisco Brás

Cartaz: Manuel Sousa Mendes

Cenografia: João Alberto

Anúncios

Written by Jorge

Março 5, 2009 às 4:35 pm

Publicado em Companhia, Evento

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: