Quarta Parede

Blog de reflexão sobre teatro e dramaturgia.

Formação em Bufão, por Andrés Bezares

leave a comment »

Crer convictamente em tudo; crer no amor, na família, na honra … assim surge o melodrama. Depois há um outro mundo. O mundo de quem se ri de tudo, de Deus, da Guerra, da SIDA… assim nascem os Bufões. Jacques Lecoq

Andrés Bezares
Estudou Arte Dramática na Escuela de Teatro de Vitoria-Gasteiz. Diplomado pela Escola Internacional de Teatro Jaques Lecoq (París). Trabalhou como autor, actor e encenador em diferentes espectáculos. Desde 2004 que lecciona na Escuela de Teatro de Vitoria-Gasteiz.

 

Descrição: O Bufão vive numa sociedade diferente da nossa. Extrema, selvagem, obscena, disforme, libertina, cruel, divertida. Perfeita. Absolutamente livre. Observa e devolve-nos com o seu espírito burlesco um olhar grotesco sobre o mundo em que vivemos. Trata-se de um teatro físico, com textos directos, inteligentes e corrosivos. O Bufão vive de uma presença cénica poderosa, de uma imaginação extrema e surpreendente. Liberdade e Jogo. Controlo do corpo e do gesto. Uma cumplicidade de grupo sensível e generosa. Um humor desconcertante. Promíscuo, genial e irreverente.

Objectivos: Aprofundar o conhecimento do corpo como meio de expressão teatral; Desenvolver a criatividade mediante a relação entre as pessoas do grupo; Dotar o actor de uma técnica que sirva para fortalecer o seu próprio método de trabalho. Uma técnica sujeita às leis universais que pode ser aplicada a todos os estilos de construção dramática, qualquer que seja o método empregue e a sua concepção estética.

Conteúdos: Trabalho específico dos elementos da natureza em relação com o mundo do Bufão; A improvisação como base do trabalho de Bufão, individual e colectivo; O Bufão grotesco e o bufão do mistério Introdução à tragédia; A estética do Bufão – preparar o vestuário

Metodologia: O ensino relaciona o mundo que nos rodeia com o nosso mundo interior. Ensina-nos a observar como se movem os seres e as coisas e como estes se reflectem em nós. O nosso trabalho consistirá na identificação com as coisas (seres vivos ou materiais inertes) para representá-las através da nossa sensibilidade corporal. É o acto de transposição de uma observação, para expressá-la valendo-nos do nosso corpo.A interpretação que cada membro do grupo terá sobre as distintas maneiras de trabalho, a reflexão, a observação e a decisão conjunta sobre as possibilidades da elaboração de personagens, constituem o método de trabalho.

Duração 30h

Inscrição 70 euros

Data Limite para Inscrição 6 de Março

* inscrições limitadas*

Contactos:

teatro.do.frio@gmail.com
Tel.: 93 161 72 93

Anúncios

Written by Jorge

Março 5, 2009 às 4:40 pm

Publicado em Formação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: